segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Maratona Porto 2015

Depois das insónias das últimas noites provocadas pela ansiedade da Maratona Porto, contabilizados os géis necessários e com todas as barras energéticas preparadas,  os nossos atletas compareceram em peso às 7 da manhã, na sede do NAT, para rumarmos ao “queimódromo”, local da partida . Estrada fora, com mais de vinte carros em fila, tipo casamento, lá fomos embora a apreciar o momento.
Depois de sofrerem intempéries durante os treinos longos de domingo, os nossos atletas corriam perigo sob o sol abençoado de S.Martinho, rebentarem como castanhas assadas sem precisarem do vinho, não tivessem eles cautela nas suas passadas e com forças bem doseadas.

Passado o frenesim dos terríveis minutos antes da partida, ouve-se finalmente o tiro e todos se lançam à corrida.  Com responsabilidade acrescida, seguiam 5 dos nossos atletas com balões pendurados, pela organização contratados, marcando o ritmo aos corredores em passos certeiros, de forma  a conseguirem os objetivos sonhados, e não arrancarem com os primeiros.

Sem qualquer abdicação, apenas com alguns dos nossos atletas em dia não, pequenos “enganos” de percurso deram um "jeitão".  Os que ousaram pela primeira vez enveredar nesta aventura, tiveram sortes variadas, todos chegaram com as pernas empenadas, todos disseram que a vida é dura…
Foram  Pacemakers de elite, estiveram exemplares. Cumpriram o tempo previsto com tal rigor, que o nosso Presidente já pondera a possibilidade de lhes atribuir um louvor.

O nosso Pacemaker mais pesado, o João Sousa, foi mal compreendido no início da prova. Rodeado de atletas mais jovens, esguios e vaidosos, equipados à maneira, estranharam o Pacemaker que lhes saiu na rifa, um protótipo de atleta com muito por desbravar, com umas gramas a mais e uma perna mais torta do que a outra. Foi a quem foi confiada a missão de os levar até à meta. O João, destacado para assessorar o Sousa, começou a maratona a mancar da perna esquerda e acabou a coxear da direita. Muito sofreu, só a sua capacidade de resistência lhe valeu.  Tudo correu bem, os homens não se medem aos palmos, nem os atletas ao peso.
Não correm nada estes tipos...
Aqui, ainda havia gasolina...
Dizem que a maratona é difícil? Isto não custa nada.... 
Maravilha, estou nas minhas quintas...
Ai, Ai, o meu joelho....
Ainda não é hoje, as 3h30 ficam adiadas...
Como é, esta porra não tem fim???....
Ai, que saudades da minha moto-serra... 
Pensei que ia ser pior...
Ninguém me dá boleia... 
Vou empenar a semana toda... ai, ai... as aulas de judo....
Outro a pedir boleia...
Ao serviço do NAT...













quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Eleições do N.A.Taipas

Em conformidade com as disposições legais aplicáveis e os estatutos da Associação, convoco todos os sócios para se reunirem em Assembleia Geral, que terá lugar na sede da Junta de Freguesia de Caldas das Taipas, pelas 20h do dia 10 de Outubro de 2015, com a seguinte ordem de trabalhos:

Ponto único: Eleição dos Órgãos Gerentes para o triénio de 2015 a 2018
A mesa de voto funcionará nestas instalações no período compreendido entre as 20h e as 22h. 
 Apenas os sócios com as quotas regularizadas até 30 dias antes da realização do acto eleitoral bem como aqueles que se encontrem em pleno gozo dos seus direitos  podem exercer o direito de voto.
As listas presentes ao acto eleitoral deverão ser apresentadas ao Presidente da Mesa da Assembleia Geral até dez dias úteis antes da data das eleições e terão de obedecer aos seguintes requisitos:
- Referirem os cargos e os elementos para eles designados.

- Serem subscritas por um mínimo de 15 associados.

- Quanto á sua composição obedecer aos seguintes critérios:

a) A Mesa da Assembleia Geral é composta por 2 elementos : Presidente e Secretário.

b) A Direcção é composta por 3 elementos: Presidente, Tesoureiro e Secretário.

c) O Conselho Fiscal é composto por dois elementos: Presidente e Secretário.


O  Presidente da Mesa da Assembleia Geral, João Sousa.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Maratona Porto 2015

Caros amigos, aproxima-se a data para começarmos a treinar para a Maratona do Porto. Irá ser postado aqui um link para o plano de treinos para aqueles que pretendam seguir algumas orientações básicas de treino para a maratona, sem entrarem desnecessariamente em grandes exageros.

Haverá sempre 2 planos de treino. Um para os mais aventureiros a rondar as 3h30. Outro para aqueles que se sintam mais desconfiados, entre 3h50 e 4h. Entre um e outro plano, no essencial, o que os irá diferenciar será sobretudo o ritmo das séries e o treino rápido do domingo.

O plano de treinos é simples, tem indicação do tempo de corrida 01:00:00 corresponde a uma hora,  00:30:00  corresponde a meia hora. o ritmo é referenciado assim  00:05:40, e corresponde a 5 minutos e 40 segundos por Km.

É preciso ter em atenção que o ritmo serve de orientação, uma vez que temos sempre que ter em consideração o local onde corremos, se for na estrada rola-se mais rápido que no Parque. Contudo, não devemos andar todos os dias na estrada, ou lá vão as canelas...

É preciso sabe ouvir o corpo, se o plano indica um determinado ritmo, mas se nos sentimos cansados, é preferível andar mais lento do que tentar cumprir o plano.

O plano consiste em 10 semanas, mas vamos fazer 11, repetindo duas vezes a semana um, para todos se adaptarem e saberem o que os espera.

Terá interesse para todos se o pessoal se conseguir organizar para fazer os treinos de séries e o treino longo de domingo em conjunto. No treino de séries temos como hipóteses fazermos a séries no parque de baixo (junto aos prédios), mas seria importante se conseguisse-mos ir algumas vezes à pista, é diferente e todos  iriam gostar.

É PRECISO FAZER ALONGAMENTOS NO FINAL DOS TREINOS.

É OBRIGATÓRIO HIDRATAREM-SE DURANTE E NO FIM DOS TREINOS.


              MARATONA 3H30                                               

             MARATONA 3H50
















domingo, 12 de julho de 2015

Conclusão da época 2014/2015

As últimas semanas foram tempos de muita azáfama.
 Muitas provas, muitos treinos, muitas inscrições, muito trabalho e muitas preocupações. Corridas  de S.João e S. Pedro, Corrida das Taipas, Meia de Guimarães e as “feirinhas”pelo meio carregadas  de gente, com os atletas do NAT sempre na linha frente.

O NAT de hoje é uma respeitada associação de Guimarães, fruto do esforço, da participação e dedicação dos nossos sócios em prol desta coletividade. Somos reconhecidos e valorizados na Vila das Taipas e pelo município de Guimarães. Somos aplaudidos quando, suados e com cara sofrida, passamos a correr aos bandos a seguir ao tiro de partida. Temos presença assídua nos jornais, fruto dos resultados obtidos pelos nossos atletas, filhos e pais.

O NAT de hoje tem sócios que se empenham por esta associação, desprovidos de qualquer galardão, disponibilizam-se para trabalhar de alma e coração. Não esperam recompensas nem públicos elogios. Por vezes, ainda recebem alguns assobios.

O NAT de hoje marca  presença na Gala de Mérito Desportivo de Guimarães. Temos atletas que ganham provas, temos atletas que participam e dão o melhor de si, temos quem participa pelo simples gosto da corrida ou caminhada. Não temos “craques”, vedetas ou quenianos naturalizados, contudo, estamos sempre à espreita dos bons resultados. Do último ao primeiro cabemos todos pelo meio.

O NAT de hoje é a coletividade de Guimarães com mais atletas a participar na Meia da nossa cidade, o que nos enche de orgulho e vaidade.
A nossa Corrida das Taipas, este ano, teve maior visibilidade. Com a transmissão na RTP2, chegaram mais longe as nossas camisolas, os nossos patrocinadores e as performances dos nossos corredores.
As nossas “Feirinhas”,  mais uma vez, foram um grande sucesso. Fruto de um empenhado grupo de trabalho liderado pelo nosso Presidente, proporcionaram grandes momentos do convívio a toda a gente. O  NAT é diferente .

Parabéns aos sócios destacados para trabalhar nas Feirinhas pelos excelentes pratos confeccionados. Parabéns aos sócios que deram o importante contributo da sua presença, aos sócios que confeccionaram alimentos na sua habitação, oferecendo-os à nossa barraca, aumentando assim a nossa faturação. Para os que não puderam comparecer, perderam uma oportunidade de muito convívio e bem comer.

O nosso aniversário foi comemorado como habitualmente na Srª da Sáude.  Comemos e cantamos, bebemos e dançamos, fomos dormir consolados. Alguns, ainda meio ensonados, lá se levantaram e arrastaram até à Póvoa de Varzim, sem medo, para mais uma corrida de S.Pedro.

Já temos uma sede. Apesar de pequena e modesta é um importante argumento, encaramos o futuro com contentamento. 
Os artistas na Meia de Guimarães 2015. Alguns que faltam na foto estavam já em concentração para a prova...


Fotos Meia Guimarães

Fotos Aniversário do NAT


quarta-feira, 20 de maio de 2015

Meia da Régua 2015


No cumprimento da tradição, o NAT deslocou-se à Régua para participar na mais bela Meia Maratona do mundo. Com a nossa camioneta empanturrada de atletas e caminhantes, foi a primeira a sentir a responsabilidade da prova e tremeu durante a viagem, notando-se claramente que padecia do mesmo mal da maioria dos atletas do NAT, não se sentem bem a subir e, inexplicavelmente, conseguem correr todos mais facilmente a descer. 
Tratados como VIPs  e apesar da idade avançada da nossa camioneta, esta levou-nos diretamente para a meta. Assim, não sofremos o tormento do ano passado, quase obrigados a lutar por um lugar no comboio para nos levar à partida.

Como já se previa o calor não iria faltar. Sempre mais precavidas, as nossas mulheres lá se esfregaram com o protetor solar, evitando assim mais um escaldão. Os homens, na sua maioria terminaram a prova com a marca da camisola cravada nos ombros, como habitualmente acontece por estas bandas.
O Abílio com  1h12 foi o primeiro do NAT a dar o corpo às balas. Com alguns atletas lesionados, alguns coxos e outros a mancar, e apesar deste mar de gente, a armada do NAT por onde passa não deixa ninguém indiferente. Foi um bom ensaio para as competições que se avizinham, a nossa prova nas Taipas, a Corrida de S. João e a Meia de Guimarães.


Foto de família
Sempre bem dispostos
Em descontração total
Não foi mau, 1h12....
A Lurdes com guarda de honra
Pois é...acontece...
Estes cromos até parecem que estão em competição
Tudo bem disposto...
O amor anda no ar  ...
Parece um casal de namorados ..
Um beijo de agradecimento ao treinador....

MAIS FOTOS